terça-feira, 15 de dezembro de 2015

9ª Copa Sicredi de Futsal / 2015

MIB/Difesta é Heptacampeão na Série Ouro e Petrol conquista o título da Prata
No Veterano São José surpreende e fica com o título em cima do favorito Águias

            Foram conhecidos na noite da última sexta-feira, no Ginásio Municipal Ernani Weber, os Campeões da 9ª dição da Copa Sicredi de Futsal de Passo do Sobrado. Com ginásio totalmente tomado pela comunidade, os primeiros jogos foram para conhecer o terceiro colocado nas categorias Veterano e Série Prata, sendo que na Ouro o terceiro colocado era por aproveitamento, e quem conquistou o troféu foi a equipe do Juventus. No Veterano quem ficou com o troféu de terceiro lugar foi a equipe da AVPS, que bateu o Clube dos 15 pelo placar de 7 a 2, gols de Elton Hermes três vezes, Alex Weber três vezes e Marlon Santos. Lauri Anhanha e Enio Ferreira descontaram. Na Série Prata quem ficou com o terceiro lugar foi a equipe de melhor campanha geral na competição, a equipe do Sport bateu o Super Helfer pelo placar de 5 a 3 e ficou com o troféu, gols de Alex Machado duas vezes, Marcos Rodrigues, Gilmar Zinn e Leandro Kauffmann. Cassio Hister, Diogo Hermes e Diogo Linke anotaram para o Super Helfer. Decididos os terceiros lugares, era hora de conhecer os grandes campeões da 9ª edição da competição. No Veterano que disputava a grande final eram as equipes do São José e do Águias da Noite, o São José buscando o primeiro título da Copa Sicredi, bateu na trave ano passado quando ficou com o vice-campeonato, perdendo o título para a AVPS. O Águias da Noite buscava o Bicampeonato, já que havia conquistado o título em 2013, e era o grande favorito deste ano, porém, a equipe do São José totalmente focada no jogo e na marcação conseguiu anular as principais jogadas do Águias, e quando o Águias conseguia chegar no gol adversário, lá estava o goleiro César numa noite inspirada e que não deixou nada passar, e quando passava, a bola ia para fora ou na trave, com isso o São José foi criando boas oportunidades e anotou o primeiro gol com Marcio Goldschimitd aos 12” do primeiro tempo, e logo aos 15” Eldo Schneider fez 2 a 0. O Águias tentou de todas as formas, porém, o goleiro César estava inspirado, e aos 13”15 da segunda etapa Marcio Goldschimitd fez mais um e decretou a vitória da equipe do Rincão do Sobrado, São José campeão da categoria veterano 2015. Na decisão da Série Prata, nova categoria da competição, duas equipes bem distintas disputavam o título, o Petrol, uma equipe com, um belo conjunto, onde o coletivo falava mais alto por ter jogadores parelhos, já o Drunk tinha uma equipe mais firme na marcação e apostava na qualidade do seu número 10 Edson Almeida (Nenéu) para conquistar o título. O jogo começou equilibrado e Nenéu logo mostrou sua qualidade, após boa jogava individual, ele tabelou com Tcharley e fez o primeiro da decisão a 1”30 de jogo. O empate da equipe do Petrol saiu aos 6” com Luis Fernando após boa jogada de Tadeu Hermes, 1 a 1 foi o placar do primeiro tempo. O Petrol virou o jogo logo no inicio da segunda etapa, com Gui Marques aos 50 segundos de jogo, fez 3 a 1 aos 2”10 com Tadeu Hermes, o Drunk mais uma vez com Nenéu descontou aos 3”45, 3 a 2. Mais ao 8” Lucas Ferreira marcou para o Petrol e deu números finais a final da Série Prata, Petrol Campeão da Série Prata da Copa Sicredi com vitória de 5 a 3. No jogo mais esperado da competição, na disputa pelo título da Série Ouro, as duas melhores equipes se encontraram. Simpsons, com a melhor campanha da competição, invicto, e ainda com o crédito de ter conquistado a Copa Beertin de Futebol Sete no meio do ano. Do outro lado, nada mais nada menos que o MIB/Difesta, Hexacampeão seguido da Copa Sicredi de Futsal na categoria adulto. O jogo começou com as duas equipes se respeitando muito, marcando meia quadra, e o primeiro gol do jogo saiu aos 2”05 em uma cobrança de falta para a equipe do MIB, onde o capitão Eduardo da Silva (Cocô) soltou um foguete, e com a abertura da barreira o goleiro Josué nada pode fazer. O MIB dominou toda a primeira etapa e fez 2 a 0 novamente com Cocô em outro chute indefensável contra o gol do Simpsons, 2 a 0 placar do primeiro tempo. Na segunda etapa as equipes mudaram de lado e parece que o futsal que cada uma vinha apresentando também, isso porque o Simpsons dominou a segunda etapa, e a reação começou com Raduan Ferreira após tentar de calcanhar ele mesmo botou pro fundo das redes na sobra aos 2”15 da segunda etapa. O gol de empate veio 13’33 de jogo novamente com Raduan, colocando fogo no jogo. O Simpsons só não virou a partida porque o goleiro André do MIB fez três defesas incríveis salvando a equipe da derrota, placar final de 2 a 2 no tempo normal, e título tendo que ser decidido na prorrogação, onde ninguém tinha vantagem. Na prorrogação as duas equipes não se arriscaram muito, e num erro da defensiva do Simpsons Carlinhos Jahnke fez o gol que deu o título de Heptacampeão para o MIB/Difesta aos 2”05 da primeira etapa da prorrogação.
            Os destaques de cada categoria serão premiados em jantar a ser realizado nesta terça-feira, dia 15 de dezembro, a partir das 20h30min na Sede da ASPM em Passo do Sobrado. Serão premiados além da equipe campeã, vice campeã, terceira colocada e mais disciplinada, destaques individuais como goleiro menos vazado, artilheiro, revelação, destaque, e ainda melhor de cada posição. Haverá presença de autoridades e a janta é aberta ao público, ao valor de R$ 20,00 por pessoa. Porém, deve ser confirmada até o meio dia de terça-feira.    


São José de Rincão do Sobrado conquistou o título no Veterano. 

Petrol conquistou o título na Série Prata. 

MIB/Difesta chegou ao Heptacampeonato de forma seguida na Série Ouro.  

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Estadual de Futsal Série Bronze

APF/IMX/Trans Express deixa escapar vitória a 10 segundos do fim contra forte equipe de Fortaleza dos Valos
Agora decisão será no Ginásio Rossatão fora de casa e a APF precisa vencer pra estar entre os quatro melhores do Estadual


Torcida vai a loucura com o gol da virada marcado por Jeanzinho.
Crédito Foto - Julio Mello
Sábado, dia 7 de novembro, foi dia de mais um grande jogo de futsal para o município de Passo do Sobrado e região. Pela partida de ida das quartas de finais do Campeonato Estadual de Futsal Série Bronze, a APF/IMX/Trans Express recebeu em Passo do Sobrado a equipe da AFF de Fortaleza dos Valos, que chegou para a partida como grande favorita por vários fatores, como investimento, qualidade da equipe e pela bela campanha das fases anteriores, que a fizeram a melhor equipe dentre as 21 que começaram a competição. Mais com forte apoio da torcida que entendeu a dificuldade do jogo e atendeu o pedido da diretoria para que viesse para o ginásio empurrar a equipe rumo a vitória a APF equilibrou a partida do início ao fim. O jogo começou bem estudado, até pelas duas equipes se conhecerem apenas por vídeos de outros jogos, porém, logo ambas foram se soltando e o jogo ficando emocionante. A equipe da AFF saiu na frente num erro defensivo da APF, onde após cobrança de escanteio o número 10 Kailon apareceu sozinho na segunda trave para empurrar a bola pro fundo das redes. A APF não sentiu o gol e continuou bem na partida, e foi premiada com o gol de empate. Júnior Dettenborn recebeu bom passe de Pablo Tiago e girou em cima da marcação chutando no canto direito do gol adversário para empatar o jogo. Quase no final da primeira etapa a equipe da AFF voltou a ficar na frente do marcador em uma cobrança de falta, onde o fixo Ademir chutou uma bomba rasteira, sem chances para o goleiro Testa, 2 a 1 para os visitantes placar da primeira etapa. Na volta do intervalo a APF veio disposta a buscar o empate e a virada. E a reação começou com a inteligência do goleiro Testa, que após finalização do adversário, buscou o bola e rapidamente acionou Junior Dettenborn, que tentou o domínio e a bola desviou no goleiro adversário cobrando para Jeanzinho que na entrada da área mandou pro fundo das redes empatando a partida para delírio dos torcedores. Logo depois com a torcida enlouquecida e o ginásio num barulho tremendo, um verdadeiro caldeirão, a equipe conseguiu a virada novamente com Jeanzinho, tudo começou com uma interceptação de passe dele mesmo Jeanzinho, depois Fabio Augusto dividiu a bola com o adversário que sobrou pra Bruninho, que puxou o contra-ataque e achou Jeanzinho na ala direita para finalizar, ele chutou, a bola desviou na defesa adversária a matou o goleiro da AFF, 3 a 2 para a APF e o ginásio veio abaixo. A equipe da AFF ainda sim seguia concentrada no jogo, a APF fez 4 a 2 com uma obra prima do ala Dadinho, ele roubou a bola na quadra de defesa da APF, driblou dois jogadores com a bola quase em cima da linha e seguiu em velocidade pela ala, quando não se tinha mais espaço e a marcação dobrou com mais dois marcadores, ele fez o que parecia impossível, passou pelos dois com um toque genial e tocou no meio das pernas do goleiro na saída, um golaço, que deixou a APF perto da vitória. A equipe de Fortaleza dos Valos veio pra quadra então com o goleiro linha, e quando faltavam 1’20 para o fim do jogo após um chute pra dentro da área da APF, a bola tocou em Jeanzinho e foi pro fundo da rede, 4 a 3 para a APF. E para castigo da equipe que lutou bravamente, e também da torcida que apoiou até o final a equipe sofreu o empate faltando 10 segundos para o fim do jogo, foi um balde de agua fria para todos no ginásio, menos para a equipe da AFF que comemorou muito o empate conquistado. Agora a equipe de Passo do Sobrado vai até Fortaleza dos Valos e precisa vencer no tempo normal para ficar com a vaga, em caso de empate no tempo  normal, prorrogação, onde a equipe da AFF tem a vantagem do empate. “O jogo está aberto, todos sabem disso, nossa equipe respeita muito a deles, mais depois de sábado tenho certeza que o respeito é mutuo e que lá em Fortaleza será um grande jogo de futsal, com as duas equipes com reais chances de classificação, eles terão a vantagem de jogar junto com o torcedor, mais sabemos da nossa qualidade e do que podemos fazer”. Comenta o Presidente da APF Cassiano Ferreira. Em Imbé a equipe do Expresso empatou com a SASE de Selbach em 2 a 2 pelo primeiro jogo das quartas. Pelo jogo de volta das quartas em Alvorada a equipe da casa conseguiu a classificação para as semifinais de forma histórica. Depois de vencer em Caxias na ida por 4 a 1, a equipe foi derrotada em casa pelo Torino por 6 a 4 no tempo normal, e na prorrogação perdia até faltar 42 segundos, quando buscou o empate para a classificação, ainda fez o segundo faltando 12 segundos para o final. Em Chapada a equipe do Jaqtaqva venceu o ECA de Arvorezinha no tempo normal e na prorrogação e garantiu classificação para as quartas, onde vai encarar a equipe da AGE de Guaporé.
Dadinho marcou um gol antológico ao fazer 4 a 2 no placar para a APF.
Crédito Foto - Julio Mello



    

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Regulamento Copa Sicredi de Futsal 2015

CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL DE PASSO DO SOBRADO
9ª COPA SICREDI DE FUTSAL - 2015

Realização: Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto

  
 Capitulo I – Da Organização;
    Este regulamento é o conjunto das disposições que regem as disputas da COPA SICREDI DE FUTSAL 2015, Série Ouro, Série Prata e Veterano.

 Capitulo II – Dos Objetivos;
   Art. 1º - São objetivos principais da COPA SICREDI DE FUTSAL:
a)     Oferecer momentos de descontração, integração, lazer e vibração entre os participantes, familiares e simpatizantes do esporte;
b)     Contextualizar o desporto como meio de educação e lazer;
c)     Incentivar a integração entre os participantes e familiares através da atividade esportiva, reforçando o espírito de grupo.

Capitulo III – Da participação;
Art. 1º - Para participar dos jogos é necessário:
§ Único: Residir no município, ser eleitor do mesmo (com apresentação do comprovante da última eleição), ter imóvel no seu nome ou conjugue, ou trabalhar a seis meses com a apresentação de carteira assinada. Atletas desconhecidos da organização e dos outros membros das equipes só poderão jogar mediante a apresentação de algum dos requisitos acima citados, e nada mais, sendo assim a apresentação de acordos e contratos esta descartada. Serão desconsiderados os atletas que não cumprirem os requisitos de participação. Todos atletas que passaram no Congresso Técnico estão liberados para jogar.
>>> TODAS EQUIPES PODERÃO INSCREVER DOIS ATLETAS DE FORA DO MUNICÍPIO.
ATENÇÃO: CONFORME DEFINIDO EM REUNIÃO COM A PRESENÇA DAS EQUIPES, TODO ATLETA QUE DISPUTAR O CAMPEONATO MUNICIPAL DE VALE VERDE ESTARÁ FORA DA COPA SICREDI DE FUTSAL (MESMO COMO ATLETA DE FORA ELE NÃO PODERÁ JOGAR). A EQUIPE NÃO PODERÁ REPOR OS ATLETAS QUE EVENTUALMENTE PERDER PARA A COMPETIÇÃO DO MUNICIPIO VIZINHO. OS ATLETAS ESTÃO APTOS A JOGAREM EM PASSO DO SOBRADO ATÉ ATUAREM EM JOGOS NO MUNICIPIO DE VALE VERDE. A EQUIPE QUE UTILIZAR ESTES ATLETAS APÓS ESTAREM IMPEDIDOS PERDERÁ OS PONTOS DAS PARTIDAS EM QUE ELES ATUEM. FICANDO O PLACAR DO JOGO EM 1 A 0 PARA A EQUIPE ADVERSÁRIA. (ESTATISTICAS DA PARTIDA SERÃO UTILIZADAS PARA DEMAIS CRITÉRIOS, COMO POR EXEMPLO ARTILHARIA E CARTÕES).
Categoria Veterano – A idade mínima de atletas para a participação desta categoria será de 40 anos, ou seja nascidos em 1975. Se no decorrer da competição algum time pedir documentação de um atleta, a equipe deverá providenciar até o próximo jogo, ou o atleta não poderá mais participar da competição e a equipe perderá os pontos das partidas em que ele atuou.
§ Único: As equipes poderão inscrever um atleta com idade de 38 ou 39 anos completados neste ano, por exemplo, se o atleta nasceu em 31 de dezembro e tem 37 anos durante o campeonato poderá jogar.

Capitulo IV – Das inscrições;
   Art. 1º - O valor da taxa de inscrição por equipe será de R$ 150,00. O valor arrecadado será utilizado em gastos do Campeonato, como premiação, arbitragem, etc.
   Art. 2º - Não será cobrado cheque caução, porém, as equipes devem pagar de forma correta as multas aplicadas pela organização, o não pagamento sujeita a equipe, todos seus atletas e dirigentes a punições da organização.   
§ Único – A equipe que jogar com atletas irregulares perderá todos os pontos das partidas realizadas com tais atletas.

   Capitulo V – Dos jogos;
   Os jogos deverão iniciar as 19h15min.  
   Art. 1º - As equipes deverão obrigatoriamente apresentar-se uniformizadas com camisetas numeradas, calções e meiões (é proibido jogar de meia cano curto) predominantemente iguais aos demais integrantes de sua equipe. Em caso de semelhança na cor das camisetas haverá sorteio e a equipe perdedora devera obrigatoriamente colocar o jaleco fornecido pela organização. Será proibida a participação de um atleta na partida se ele estiver com camisa, calção ou meia de outra cor, que não seja igual dos demais.  
   § Único – Se algum atleta estiver inscrito com assinatura idêntica a de identidade em duas ou mais equipes será proibido de participar do campeonato. O atleta que tiver seu nome em uma ou mais equipes sem assinatura em nenhuma vai jogar na equipe em que ele atuar primeiro. Caso alguma equipe atue com um atleta vetado, perdera todos os pontos das partidas em que ele atuou, ficando o resultado da partida em 1 a 0 para a equipe adversária. 
   Art. 2º - Cada equipe poderá inscrever no Máximo dezesseis (16) atletas, e no mínimo dez (10).
   Art. 3º - O jogador suspenso por qualquer motivo não poderá jogar até cumprir a pena imposta, como também não poderá fazer parte do banco de reservas nesses jogos. Somente poderão fazer parte do banco de reservas, alem dos atletas inscritos, o treinador, o dirigente e o massagista inscritos pela equipe.
   Art. 4º - Cada equipe devera nomear um dirigente. Apenas o dirigente poderá votar em reuniões realizadas pela organização. Sendo assim, se não comparecer, a equipe não terá direito de voto. Qualquer ato reclamatório só será aceito pela organização vindo do dirigente.
   Art. 5º Todo atleta suspenso do campeonato não poderá jogar em qualquer outro evento que venha a ser realizado pelo Município, enquanto estiver cumprindo pena de suspensão.
   Art. 6º - Os jogos somente terão seu inicio, se cada equipe contar, no mínimo com cinco (5) atletas em quadra, podendo completar o elenco no decorrer da partida a qualquer momento. A partida não começa com quatro atletas ou menos.
   Art. 7º - A duração de cada partida será de dois tempos de vinte min. (2x20). Todos os jogos terão três min. (3) de intervalo, sendo todos os tempos controlados somente pela arbitragem. Em alguns jogos haverá controle por placar eletrônico, sendo o mesmo só parado em tempos técnicos e intervalos, ou quando a arbitragem solicitar.
   Art. 8º - Os jogos deverão começar as 19h15min. Será concedido no primeiro jogo quinze (15) min. de tolerância, e nos demais cinco (5) min. após o encerramento do jogo anterior, para que não seja consumado o WO (1x0). As equipes deverão comunicar o número de cada atleta logo que entrarem em quadra. Os atletas considerados de fora do município deverão jogar metade dos jogos da primeira fase mais um, para poderem participar da segunda fase, do contrário estarão fora da competição. (se caracteriza participar do jogo o mesmo estar na partida, não precisando atuar, só não contará a participação se o atleta apenas esperar o jogo começar e sair de quadra, se o mesmo chegar atrasado, chegando antes do término da partida conta sua participação).
   Art. 9º - A transferência de rodadas somente ocorrerá em caráter excepcional (chuva, datas, força maior, ou jogos das equipes Rosário, São José e APF), devendo os representantes das equipes entrar em contato com a organização, com Cassiano, através do telefone 99416396.
a)    A organização terá todos os poderes para aproveitar qualquer outra data para a realização de rodadas atrasadas do campeonato.
b)    Em caso de transferência de rodada a mesma se realizará automaticamente no dia da rodada seguinte, salvo quando não for necessário, neste caso a organização entrará em contato com as equipes.  
   Art. 10º - A equipe que abandonar a quadra, ou ficar com número inferior a três (3) atletas, perderá os pontos, mesmo que estiver vencendo a partida. Se a equipe adversária estiver vencendo, será mantido o resultado. Caso contrário será considerado resultado de 1x0 para a equipe adversária.
   Art. 11º - A partida suspensa ainda no primeiro tempo por motivo de mau tempo (chuva, temporal ou por motivo de iluminação), será cancelada e disputada uma nova partida. A partida que estiver em andamento no segundo tempo será jogada até o apito final, ou se suspensa pelo arbitro (após aguardar 15 minutos), permanecerá o resultado. A partida será suspensa para manter a integridade física dos atletas. 
   § Único – Apenas os árbitros poderão definir se a partida deverá ou não ser cancelada, por motivo de chuva, ou em caso de acordo entre os dois treinadores, para manter a integridade física dos seus atletas.
   Art. 12º - A arbitragem será de inteira responsabilidade da organização e aplicará as regras vigentes pela federação gaúcha de futebol de salão (FGFS). Caso ocorra qualquer problema com os árbitros, que façam com que não possam comparecer na hora especificada, a rodada será adiada.
   Art. 13º - Será de inteira responsabilidade das equipes, todo e qualquer tipo de lesão que venha a ocorrer com seus atletas, durante ou após os jogos, principalmente, com os menores de idade, ficando assim, a Prefeitura Municipal e a SMECD, isentas de responsabilidades e despesas. Se algum jogo acabar por falta de jogadores (que foram expulsos ou se machucaram) na 1ª fase, a equipe perderá o jogo por 1x0 caso esteja vencendo ou empatando, se a equipe adversária estiver vencendo será computado o resultado atual do jogo. Se isso acontecer em uma partida eliminatória a equipe estará fora do campeonato de qualquer forma. (Se for em uma semifinal, poderá disputar o terceiro lugar).

   Capitulo VI – Dos critérios de desempate;
   Art. 1º - Se houver empate em número de pontos, os critérios de desempate a serem observados dentro de cada fase são:
a)    Menor número de gols sofridos;
b)    Disciplina, observando cada cartão: vermelho: 20 pontos; amarelo 10 pontos; e outros pontos perdidos;
c)    Maior número de gols marcados;
d)    Confronto direto (somente entre duas equipes);
e)    Sorteio;

    Art. 2º - Nos jogos da segunda fase até as semifinais (mata-mata) se houver empate a disputa será na prorrogação em 2x5 min cada. Se persistir o empate a equipe de melhor campanha será a vencedora.
   § Único – Na final do campeonato se persistir o empate na prorrogação, o titulo será decidido nos pênaltis. Ou seja, não haverá vantagem para a equipe de melhor campanha. Quando houver decisão de terceiro lugar, em caso de empate no tempo normal a decisão será direta nas penalidades.  

   Capitulo VII – Das penalidades e protestos;
   Os participantes serão obrigados a respeitar os princípios e normas disciplinares, sendo punidos com rigor aqueles que cometerem faltas previstas e enumeradas neste regulamento.
Art. 1º - Cartões;
   Cartão amarelo: Três (3) cartões ficará fora do próximo jogo; Três (3) cartões na segunda série ficará fora dos próximos dois jogos e assim sucessivamente.
   Cartão vermelho: O primeiro cartão ficará fora do próximo jogo; Segundo cartão ficará fora dos próximos dois jogos e assim sucessivamente.  
§ Único – A suspensão quando acontecer será cumprida na categoria em que o atleta foi punido, sendo assim, se o atleta for suspenso na categoria veterano, poderá atuar na categoria Adulto Masculino, por exemplo. Exceto no mesmo dia, se o atleta for expulso no primeiro jogo da noite na categoria veterano, não poderá atuar no terceiro jogo por exemplo na categoria adulto masculino. E ainda fica com um jogo ou mais de suspensão a cumprir na categoria em que foi expulso. Se a punição for duas ou mais  partidas o atleta cumpre nas duas categorias, ou seja, dois jogos no veterano e dois jogos do adulto.  
§ Único – Ao término da 1ª fase os cartões serão zerados, o jogador que receber o terceiro cartão antes do fim da 1ª fase fica suspenso. 
   Art. 2º - O não comparecimento de uma equipe para o jogo acarretará em derrota por W.O., sendo confirmada a vitória do adversário por 1x0, e aplicação de multa sem qualquer discussão ou votação.
   Art. 3º - Caberá apenas ao capitão assinar a súmula do jogo, conferindo nomes e números sendo responsável pela regulamentação de seus atletas durante a partida.
   Art. 4º - Tentativa de agressão e ofensas a árbitros, torcedores e membros da organização citado em sumula;
a)    Primário; de dois (2) a sete (7) jogos de suspensão;
b)    Reincidência; de sete (7) jogos a três (3) anos de suspensão;
Obs.: A reincidência se estende até a punição primária fechar dois anos. Após não conta mais como reincidência. Reincidência não cabe apenas ao campeonato disputado, e sim aos demais campeonatos organizados pela SMECD em modalidades correspondentes, ou seja, atletas que já receberam algumas dessas punições, caso sejam advertidos novamente, entrarão como Reincidência.
§ Único – Todo atleta que estiver suspenso tentar ou causar confusão, citado em sumula pelo arbitro, ficara alem dos jogos que tem a cumprir mais três jogos de gancho. Podendo ainda ser julgado pelos dirigentes. Acarretando ainda em multa para a equipe.
Art. 5º - Penalidades:
Agressão a atletas, árbitros, torcedores e membros da organização:
a)    Primário; de cinco (5) a dez (10) jogos de suspensão;
b)    Reincidência; de dez (10) jogos a CINCO (5) anos de suspensão a partir da data da agressão;
§ Único: A reincidência se estende até a punição primária fechar dois anos. Após não conta mais como reincidência. Algumas penalidades podem ser aplicadas mesmo não estando em sumula, isso ocorrera quando a organização ver ou escutar algo, que por algum motivo os árbitros não puderam presenciar e assim não colocar em sumula.
§ Único – Recebendo qualquer das punições acima citadas pode acarretar em multas e punições a equipe.
§ Único – Torcedor identificado, familiar, que tentar ou causar confusão, como agressão a árbitros e organização, a equipe poderá será punida com multas e punições.   
PUNIÇÕES PODEM SER CUMPRIDAS MESMO O ATLETA NÃO ESTANDO FICHADO, ASSIM ELE CUMPRE POR RODADA. PORÉM, SE ELE ESTIVER FICHADO SÓ CUMPRE NOS JOGOS DE SUA EQUIPE, SE ATUAR NO VETERANO E NO ADULTO CUMPRE UM JOGO EM CADA, DESDE QUE JOGUEM EM DIAS DIFERENTES, SE JOGAR NO MESMO DIA, CUMPRE APENAS UM JOGO. 

  Capitulo VIII – Da Fórmula de Disputa;
VETERANO: AS EQUIPES JOGAM TODAS CONTRA TODAS NA 1ª FASE, CLASSIFICAM AS QUATRO MELHORES PARA AS SEMIFINAIS, ONDE EM JOGO ÚNICO SERÁ APONTADO AS DUAS EQUIPES FINALISTAS. AS DUAS QUE SAIREM DERROTADAS NAS SEMIFINAIS DISPUTAM O 3º LUGAR. A ÚLTIMA COLOCADA NESTA CATEGORIA PODERÁ COLOCAR DOIS ATLETAS DE FORA NA COMPETIÇÃO DE 2016.  
ADULTO MASCULINO SÉRIE PRATA: AS EQUIPESESTÃO DIVIDIDAS EM DUAS CHAVES, COM CINCO EQUIPES CADA, AS MESMAS SE ENFRENTAM DENTRO DA CHAVE TODAS CONTRA TODAS, CLASSIFICANDO AS QUATRO MELHORES PARA AS QUARTAS DE FINAL, ONDE SE ENFRENTA CHAVE CONTRA CHAVE CONFORME CARNÊ DE JOGOS. AS DUAS EQUIPES FINALISTAS SOBEM PARA A SÉRIE OURO DA COPA SICREDI EM 2016.
SÉRIE OURO: SÃO SETE EQUIPES NA DISPUTA, JOGAM TODAS CONTRA TODAS, CLASSIFICANDO AS QUATRO MELHORES PARA AS SEMIFINAIS E CONFORME OS JOGOS DO CARNÊ. A ÚLTIMA COLOCADA SERÁ REBAIXADA PARA A SÉRIE PRATA EM 2016.

ATENÇÃO: CONFORME REUNIÃO, TODAS AS EQUIPES SÃO OBRIGADAS A DISPUTAR AS PRÓXIMAS COMPETIÇÕES COM O MESMO NOME. CASO NÃO PARTICIPE A EQUIPE ESTARÁ FORA POR TRES ANOS, ASSIM COMO SEUS ATLETAS E DIRIGENTES. CADA EQUIPE PODERÁ FAZER ATÉ TRÊS TRANFERENCIAS EM 2016 PARA O MUNICIPAL DE FUTEBOL SETE, PORÉM, CADA TRANSFERENCIA TEM O VALOR DE R$ 50,00. SE DUAS EQUIPS TROCAREM ATLETAS NÃO TERÁ CUSTO DE TRANSFERENCIA, PORÉM, CONTARÁ PARA AS TRES QUE CADA TEM DIREITO.   

TODOS OS CONFRONTOS DA SEGUNDA FASE EM DIANTE JÁ ESTÃO PRÉ ESTABELECIDOS ANTES MESMO DA COMPETIÇÃO INICIAR.

Capitulo VIIII – Da premiação;
   Art. 1º - COPA SICREDI DE FUTSAL 2015;

ü  1º lugar – Troféu e medalhas;
ü  2º lugar – Troféu e medalhas;
ü  3º lugar – Troféu e medalhas;
ü  Troféu para a equipe mais disciplinada (apenas para equipes que passarem para a segunda fase);
ü  Troféu para o goleador, para o goleiro menos vazado, atleta revelação e o atleta destaque.
ü  Medalha para o melhor de cada posição; e para o melhor treinador;

Capitulo IX – Disposições gerais
Art. 1º - Para evitar situações desagradáveis, a organização terá plena autonomia para alterar a programação de alguma rodada, antecipando – a, não precisando para tanto, consultar as equipes participantes e sim comunicá-las.
Art. 2º - Os casos omissos neste regulamento serão julgados única e exclusivamente pela organização da competição, devendo apenas a ela, quando achar necessário, o contato com os dirigentes para decidir sobre uma situação.

JANTAR DE ENTREGA DA PREMIAÇÃO: TODAS AS EQUIPES QUE DISPUTAM A COMPETIÇÃO DEVERÃO OBRIGATORIAMENTE PARTICIPAR DO JANTAR COM NO MÍNIMO CINCO INTEGRANTES.
CASO ALGUMA EQUIPE NÃO CUMPRA O REGULAMENTO TODOS SEUS ATLTEAS E DIRIGENTES FICAM CORREM RISCO DE SUSPENSÕES E MULTAS NA PRÓXIMA COMPETIÇÃO.



PASSO DO SOBRADO, 5 de outubro de 2015




Cristiano Konzen
Secretário da SMECD



Organização

Willian Cassiano Ferreira

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Estadual de Futsal Série Bronze

APF/IMX/Trans Express vence AAPF de Augusto Pestana e está nas Quartas de Finais da competição
Equipe de Passo do Sobrado fez 5 a 4 no tempo normal e na prorrogação goleou por 4 a 1


Equipe mostrou força no novo ginásio que virou um caldeirão e
agora esperar o adversário que sairá do confronto entre Nadas
Branco de Rio Pardo e AFF de Fortaleza dos Valos.
Crédito Foto: Júlio Mello
Os amantes do futsal em Passo do Sobrado, principalmente os torcedores da APF nunca mais vão esquecer o dia 24 de outubro de 2015, que com certeza entrou para a história do município. Depois de perder o jogo de ida na cidade de Augusto Pestana pelo placar de 4 a 3 a equipe da APF precisava vencer no tempo normal para levar a decisão da vaga para as quartas de finais para a prorrogação, onde tinha a vantagem do empate para avançar de fase. Os torcedores lotaram as dependências do reformado Ginásio Municipal Ernani Weber para apoiar a equipe neste jogo decisivo. A APF começou bem e abriu o placar a 2’45 com Jeanzinho, para delírio da torcida presente. A equipe da casa dominava as ações do jogo e aos 12’09 Bruninho fez 2 a 0 deixando parecer que a vitória no tempo normal já estava encaminhada. Porém, a equipe de Augusto Pestana mostrou porque venceu o jogo de ida e começou uma reação aos 14’44 com Carlos Henrique, depois ao 16’15 veio o empate com Fernando, e incrivelmente a virada aos 17’10 com Fernando novamente, foram três minutos de total desatenção da equipe da casa e culminaram na virada adversária, placar de 3 a 2 na primeira etapa e preocupação dos torcedores na arquibancada. A segunda etapa começou com o a primeira, com a APF em cima e o goleiro Maicom Romero fazendo grandes defesas, quando ele não defendia a bola acertava o poste, o que deixava o torcedor angustiado na arquibancada, e num contra-ataque aos 6’ minutos veio um balde de agua fria para o torcedor, a equipe adversária fez 4 a 2 com Gustavo Pomina. A APF não desistiu e descontou ao 8’07 com Bruninho mais uma vez, dois minutos depois ele novamente fez o gol de empate da APF. O gol da virada era questão de tempo, pois a pressão exercida pela torcida da APF tornou o Ginásio um verdadeiro caldeirão, e faltando 5’34 para o fim do jogo Jeanzinho fez o gol que decretou a vitória da APF no tempo normal para delírio total dos torcedores na arquibancada. Final do tempo normal de 5 a 4 para a APF num fim emocionante. Era hora da prorrogação, onde a equipe de Augusto pestana precisava vencer para se classificar, para a APF empate bastava por ter melhor campanha, mais a equipe mostrou na prorrogação o trabalho de todo o ano, e foi recompensada, aos 4’23 mais uma vez ele, Bruninho fez o primeiro, logo depois, aos 4’50 o capitão Fábio Augusto com categoria deixou o dele fazendo 2 a 0 para a APF no primeiro tempo da prorrogação. Logo no inicio do segundo tempo, a 15’ segundos Pablo Tiago roubou a bola da defesa e anotou o terceiro, a equipe de Augusto Pestana diminuiu com Gustavo Pomina faltando 1’50 para o fim do jogo, mais faltando 30 segundos o incansável pivô Júnior Dettenborn com técnica e muita calma definiu a partida em 4 a 1 na prorrogação com um chute colocado quando o adversário jogava com goleiro linha. APF classificada para as quartas de final. “Quem foi ao ginásio apoiar a APF fez parte da história, tenho certeza que todo jogo em casa agora será uma partida diferente para o torcedor, o apoio foi fundamental para que conseguíssemos a vitória e a classificação, Passo do Sobrado está entre as oito melhores equipes da Série Bronze, onde tínhamos 21 equipes, isso com certeza nos enche de orgulho e também as pessoas do nosso município, quero agradecer cada um que foi ao ginásio incentivar e já convidar para o próximo jogo, que ainda não tem data definida nem adversário, porém, o convite já fica feito desde já”. Comenta o Presidente da APF Cassiano Ferreira. A APF aguarda agora o adversário nas quartas de final, que sairá do confronto entre Rio Pardo e Fortaleza dos Valos, o primeiro jogo foi realizado neste sábado em Rio Pardo, onde houve empate em 3 a 3, agora a equipe da região do Vale do Rio Pardo precisa vencer no tempo normal ou na prorrogação fora de casa para alcançar a classificação. Se Rio Pardo passar a APF joga a segunda em casa e com a vantagem do empate em caso de prorrogação, já se a equipe da AFF passar a APF joga a segunda fora e a vantagem do empate é do adversário. Quem também garantiu classificação foi a equipe do Ser Alvorada, que mais uma vez venceu a ACBF de Cerro Branco pelo placar de 4 a 3. Alem do Cerro Branco outra equipe da região que deu Adeus a Série Bronze foi o Atlético de Candelária, que perdeu em Selbach por 3 a 0 no tempo normal e 3 a 1 na prorrogação. Torino de Caxias do Sul venceu a equipe do Figueira em Tupanciretã pelo placar de 6 a 4, já havia vencido o primeiro em Caxias. Em Imbé a equipe do Expresso venceu o Horizontina por 7 a 5, também já havia vencido o primeiro jogo. No domingo a AGE de Guaporé confirmou sua classificação com vitória por 6 a 4 no tempo normal e por 3 a 1 na prorrogação contra Salto do Jacui, outra equipe da região que ficou pelo caminho. Os confrontos agora das quartas de final já definidos são, Ser Alvorada x Torino, Expresso x SASE, APF e AGE aguardam outros confrontos.      


Foto dos capitães com o grande delegado Lauri Dias.
Crédito Foto: Júlio Mello



Equipe comemora um dos gols na vitória contra a AAPF.
Crédito Foto: Júlio Mello

Jeanzinho comemora com a torcida o gol da virada no tempo normal.
Crédito Foto: Júlio Mello







sexta-feira, 23 de outubro de 2015

9ª Copa Sicredi de Futsal

Abertura oficial ocorreu na última quinta-feira com reinauguração do Ginásio Municipal Ernani Weber
Cinco jogos movimentaram a noite que teve ginásio lotado para prestigiar as partidas

            A noite da última quinta-feira entrou para a história de Passo do Sobrado. Dito isso, vale ressaltar o motivo de tal frase, foi no dia 22 de outubro de 2015 que o Ginásio Municipal Ernani Weber, depois de quase quinze anos sendo usado por um empresa fumageira foi devolvido a comunidade de Passo do Sobrado para o seu devido fim, que é a pratica esportiva, e ainda de quebra foi aberta de forma oficial a 9ª edição da tradicional Copa Sicredi de Futsal de Passo do Sobrado, que neste ano conta com 22 equipes divididas em três categorias, Série Prata, Série Ouro e veterano. Cinco jogos movimentaram o inicio da competição e marcaram o reinauguração do Ginásio. Os primeiros a pisar na quadra foram os veteranos das equipes da AVPS, atual campeã, e Águias da Noite. O primeiro gol do novo ginásio foi marcado por Marlon Kroth do Águias da Noite, ele também anotou os outros dois da equipe que venceu os atuais campeões pelo placar de 3 a 0. No segundo jogo da noite, válido pela Chave A da Série Prata foi entre CFC e Equipe Freitas, onde as duas equipe fizeram um jogo de seis gols, que terminou empatado em 3 a 3, Daniel, Matheus e Enrique marcaram os gols do Freitas enquanto que João Vitor duas vezes e Fabio anotaram para o CFC. O terceiro jogo da noite foi entre o atual campeão da Série Ouro MIB, e a equipe do São Luis, melhor para o atual campeão que bateu a equipe do São Luis por 4 a 1, com gols de Betinho duas vezes e Moisés duas vezes. O São Luis descontou com Maicom Kist. Na quarta partida também valida pela Série Ouro o Simpsons abriu 4 a 1 frente ao GERS/LCW, mais quando a partida se encaminhava para o final a equipe do GERS buscou uma reação e descontou para 4 a 3. Felipinho, Mauricio, John Lenon e Josué anotaram para o Simpsons, e Germano fez os três para o GERS. Encerrando a rodada de abertura mais um jogo pela Série Prata, desta vez pela chave b, onde se enfrentaram Ajax e Super Helfer. O Ajax até saiu na frente com gol de Jonny Port, mais o Super Helfer virou a partida com gols de Rodrigo Zairoski e Cássio Hister duas vezes cada. A próxima rodada será no Ginásio de Rincão do Sobrado, confira abaixo os jogos das duas próximas rodadas.

Público compareceu em  grande número para conhecer o Ginásio Ernani Weber após a reforma. 



3ª Copa Julinho Lanches de Vôlei


Vale Verde e Magia Musical vencem e dividem a liderança
Rodada deste final de semana que seria no domingo foi adiada em virtude de ENEM

            Na noite do último sábado aconteceu no Ginásio de Rincão do Sobrado mais uma rodada do Campeonato de Vôlei, onde os jogos apontaram vitórias e liderança para as equipes do Magia Musical e Vale Verde, que são as únicas que vencerem seus dois jogos. O Magia bateu a equipe da Academia Labor Saúde pelo placar de 2 a 1 com parciais de 19/25, 25/22 e 16/14. Já a equipe do Vale Verde venceu o GERS por 2 a 0, parciais de 25/12 e 25/23. Quem venceu a primeira na competição foi a equipe do Phoenix, que bateu o quase xará Fênix por 2 sets a 0, parciais de 25/18 e 25/15.